[Fechar]

banner

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Diário Offshore nº 9 - Como funciona o segmento de Perfuração e Completação de Poços e como conseguir uma oportunidade.

Boa Noite Amigos Tecnopeguianos!

Amanhã estarei indo para Macaé, pois embarcarei na Quinta, por isso, hoje já adiantarei algumas postagens, focando algumas dúvidas que muitos leitores tem. 

Nessa postagem, conforme tinha comentado no último Coaching TECNOPEG, sobre como conseguir uma vaga em um Estaleiro, vou falar um pouco mais sobre o Universo das Operações de Perfuração de Poços de Petróleo, quais são os cursos mais valorizados, quais os caminhos a seguir, maiores empresas da área, alguns bizus com quem já trabalha com isso e tudo aquilo que minha experiência me permitir falar. 

Espero que possa ajudá-los a esclarecer sobre esse segmento da indústria tão desejado por muitos. 


Uma Introdução sobre E&P.
De toda cadeia produtiva de Petróleo, à área de Exploração e Produção, mais conhecida como E&P, seja a favorita dos estudantes da área de Petróleo e Gás, afinal de contas, é lá onde tudo acontece, é o setor responsável pela extração do petróleo, que automaticamente faz toda cadeia ser suprida. Se não existisse esse setor, não existiria Petróleo!

Embora o nome seja Exploração e Produção, existe um segmento independente e ao mesmo tempo comum à  essas 2 grandes áreas, é a PERFURAÇÃO. Então pode-se dizer que essa área seja dividida em 3 grandes áreas: 

Exploração - consiste na exploração do petróleo, através de estudos da área para encontrar hidrocarbonetos, pesquisas sísmicas, análise das rochas, e etc. Nesse segmento os principais profissionais são os Geólogos e Geofísicos.

Produção - Usando o termo-técnico correto, consiste na Explotação do Hidrocarboneto, ou seja, da Extração e Elevação do Petróleo do Reservatório. Apesar de usar o termo Produção, não se produz o petróleo, quem o produz é a natureza. O que as empresas fazem é extrai-lo. O profissional mais importante nesse segmento são os Engenheiros de Reservatório. 

Perfuração - O Segmento da Perfuração é, como disse anteriormente, ao mesmo tempo, independente e comum aos outros 2. Pois, para se explorar a região, são necessárias fazer perfurações dos poços, da mesma forma, que para se extrair o óleo, é necessário perfurar um poço. 

Apesar dos 3 segmentos estarem dentro do E&P, cada um tem suas particularidades. Por exemplo, uma plataforma de perfuração é diferente de uma de produção, tanto na parte dos equipamentos utilizados, como nos tipos de profissionais envolvidos. No post de hoje, falarei melhor sobre a Perfuração, pois é a favorita da maioria.

Como funciona o segmento de Perfuração e Completação de Poços de Petróleo? 
Muitos associam a imagem da Perfuração de Petróleo, ao Plataformista manobrando uma Coluna de Perfuração não é? Aposto que se fizer uma pesquisa, de qual a primeira imagem que vem à cabeça quando se pensa em Perfuração de Poços, 99% vão responder isso. Porém, o segmento de Perfuração de Poços não é só isso. Existe toda uma indústria por trás, com diversas atividades diferentes, realizadas por diversos tipos de profissionais. A primeira diferença que existe são nos tipos de serviço realizados, automaticamente, tipos de empresas presentes. Desmembrarei isso nas próximas linhas.

Operadoras do Campo - São as empresas que detêm o direito de exploração dos Campos Petrolíferos. Elas são as grandes companhias do setor e que movimentam a indústria, com seus aportes bilionários. 


Profissionais mais demandados: As operadoras não contratam tanto para a área operacional, geralmente tercerizam a maior parte desses serviços. Geralmente os profissionais utilizados nesse segmento, são Engenheiros e Técnicos Especializados para atuarem como Fiscais das Terceirizadas. 

Fornecedoras de plataformas/sondas - Também conhecidas como Drilling Constractors, São aquelas empresas que afretam plataformas e sondas para que as Operadoras (Petrobrás, Shell, Statoil e etc) possam realizar suas campanhas exploratórias e de perfuração. Geralmente essas empresas também contratam mão-de-obra para fazer a operação de perfuração 


Profissionais mais demandados: Homem de Área, Plataformista, Assistente de Sondador, Sondador, Torrista, Toolpusher. Enfim, são os profissinais envolvidos diretamente na perfuração de poços. 

OBS.: Essas são empresas que atuam offshore. Existem diversas outras que atuam on-shore. Em maior número na Região Nordeste. A UTC mesmo é uma empresa que opera campos on-shore.

Fornecedoras de Mão-de-Obra - São aquelas empresas que não possuem sondas próprias, porém oferecem mão-de-obra para operação de perfuração em plataformas de outras empresas. 

Empresas mais conhecidas: Seawell, Five Star.

Profissionais mais demandados: Homem de Área, Plataformista, Assistente de Sondador, Sondador, Torrista, Toolpusher. Enfim, são os profissinais envolvidos diretamente na perfuração de poços. 

Fornecedoras de Equipamentos e Tecnologia para Perfuração - Sem sombra de dúvidas, é a categoria que tem mais empresas, conseqüentemente, onde tem mais oportunidades. São as empresas que fornecem os equipamentos para perfuração, dos mais variados tipos, e aquelas empresas que fornecem a Tecnologia para Perfuração. Coloquei os 2 tipos de empresas juntos, pois geralmente a empresa que detem a Tecnologia, fornece o equipamento também e vice-versa.


Profissionais mais demandados: Nessas empresas contrata-se Engenheiros, Técnicos e Tecnólogos, os Engenheiros são responsáveis pelo desenvolvimento dos projetos, os Tecnólogos como apoio aos Engenheiros e os Técnicos na operação e manutenção desses equipamentos desenvolvidos pelas empresas. 

Empresas que realizam Análises Químicas e Estudo dos Fluídos - Em um projeto de perfuração, assim como de produção, sempre tem que ter uma equipe que realiza a análise e estudos dos fluidos de perfuração e completação, assim como a análise dos cascalhos que chegam à superfície junto com os fluidos.


Profissionais mais demandados: Para trabalhar com Análises Químicas, deve-se ter conhecimentos sólidos em Química do Petróleo. Por isso, Engenheiros Químicos, Químicos Indústriais, Técnicos em Química e até mesmo Engenheiros de Petróleo e Geólogos (no caso de Análise dos Cascalhos) podem trabalhar nessa área.

Obviamente, não estão todas as empresas aqui. Coloquei aquelas que lembrei quando estava escrevendo. O que tentei fazer foi só explicar mais ou menos como funciona um projeto de perfuração e as empresas envolvidas. Agora vamos ao mais interessante, quais são as dicas e bizus para quem deseja trabalhar nessas empresas. 

Como conseguir uma oportunidade?

Nas Operadoras? As maiores oportunidades nas Operadoras são para Engenheiros e Técnicos, e que tenham inglês avançado à fluente. Essas empresas sempre abrem Programas de Estágio e de Trainee, por isso, só depende de você para conseguir e prosseguir no processo. Nessas empresas, valoriza-se quem já tenha experiência de campo, de preferência que já tenha atuado em empresas que prestam serviços de campo. 

Nas Fornecedoras de Plataforma/Sonda e Fornecedoras de Mão-de-Obra?
Na maioria dessas empresas, independente da sua formação, seja ela de Técnico ou Engenheiro, caso você não tenha experiência, você sempre começará de baixo, ou seja como Homem de Área. Caso você já tenha alguma experiência, você começa como Plataformista. Não é possível já começar como Sondador por exemplo se não tiver experiência. Como já postei aqui no Diário Offshore nº 7, sobre as Funções numa Plataforma de Perfuração, a Hierarquia na Operação de Perfuração é de baixo pra cima: Homem de Área > Plataformista > Assistente de Torrista > Torrista > Assistente de Sondador > Sondador > Toolpusher.

A velocidade de promoção depende muito da sua formação (Engenheiros sobem de posição mais rapidamente), do seu nível de relacionamento e também do seu inglês. Conversando com pessoas que trabalham com perfuração lá na plataforma, me disseram que tem empresas onde você pode chegar à Driller (Sondador) em aproximadamente 3 anos (Se for rápido)

Para aqueles que não sabem o que um Homem de Área e um Plataformista fazem, uma explicação breve. O Homem de Área é aquele que digamos assim, "o que mais rala na plataforma". É ele que faz toda limpeza da área, movimenta as cargas, carrega peso, e auxilia o plataformista em algumas operações de perfuração. Já o Plataformista, é o que faz a operação de conexão das colunas, recolhimento dos cascalhos e etc. Enfim, para aqueles que querem mais informações sobre as Funções numa Plataforma de Perfuração, eu já postei aqui no TECNOPEG, uma apresentação falando sobre cada uma. 

IMPORTANTE: Não adianta fazer esses cursinhos de Plataformista, Aux. de Plataforma e etc. Você não vai conseguir uma vaga por causa desse curso! Isso é Ilusão! Esses cursos só servirão para você conhecer uma operação de perfuração. O único curso que eu conheço que só com ele dá pra conseguir alguma coisa, é o do Anderson Cunha, pois eles encaminham para as empresas.

Outra dica importante para quem conseguir uma vaga nessa área, é fazer curso de Well Control, atualmente as empresas estão pedindo esse tipo de curso. Eu só conheço e já tive boas referências, no ministrado pela MAPLO. Por isso, caso você já tenha um curso Técnico, Tecnólogo ou até mesmo Engenharia e queira ter um diferencial para essa área, recomendo que faça esse curso. 

Nas fornecedoras de Tecnologia e Equipamentos?
Essas empresas, geralmente são multinacionais, por isso, o inglês é muito importante. E como são empresas que lida muito com essa parte operacional, o conhecimento Técnico também é essencial. Desta forma, aqueles que tem um curso técnico e um bom domínio do inglês tem grandes chances de conseguir uma oportunidade em alguma dessas empresas. Eu digo isso, pois conversando com um amigo que é Engenheiro Elétrico e outro que é Engenheiro de Produção, ambos me disseram que fizeram processo seletivo para Smith Internacional, para o cargo de Engenheiro de MWD/LWD e para a Baker Hughes, para o cargo de Engenheiro de Campo, respectivamente, e no processo seletivo deram preferência para Engenheiros que tivessem curso Técnico, ou seja, ter o conhecimento técnico foi o diferencial. 

Embora na plataforma, eu estive conversando com um Técnico de Manutenção da Baker Hughes, e ele me contou que para Técnico o inglês fluente não é exigido. 

Como são Empresas que fornecem Tecnologia e Equipamentos, os cursos técnicos mais demandados são os de Eletrônica, Instrumentação, Automação, Eletrotécnica, já a nível de Engenharia, a maioria são bem aceitas, Petróleo, Automação, Produção, Elétrica, Química, Mecânica.

Nas Empresas que realizam Análises Químicas e Estudo dos Fluídos?
Como já disse acima, o profissional deve ter um bom conhecimento de Química do Petróleo. Curso Técnico em Química e Superior em Engenharia Química e Química Industrial são os mais demandados. Porém, para ter um diferencial no currículo, existe um curso muito valorizado que é o de Fluído de Perfuração e Completação, ministrado pelo Instituto Federal Fluminense, todo ano abre-se turmas e as empresas praticamente buscam os profissionais dentro desses cursos. 

Vantagens e Desvantagens de trabalhar com Perfuração
Entre as maiores vantagens de trabalhar com Perfuração, é que os profissionais são raros, e muito valorizados, por isso, no segmento de Exploração e Produção é o que paga melhor. Porém, nem tudo são flores, apesar dessas vantagens, o trabalho com perfuração, principalmente para aqueles que trabalham diretamente com ela, é bem puxado, lida com ruídos diariamente, é um trabalho sob constante pressão, pois a empresa está correndo contra o tempo para extrair o mais rápido o óleo que está na jazida. Todo tempo perdido em perfuração significa perda de milhares de dólares por dia. 

Nesse quesito, tem muitas pessoas que dizem preferir trabalhar numa plataforma de Produção, pois é um ritmo mais lento e não sofre tanta pressão quanto numa empresa de perfuração. Embora dizem que na produção paga-se menos. 

CONCLUSÃO
Para finalizar, espero que tenham gostado do post, e espero ter esclarecido um pouco sobre o Segmento da Perfuração, tanto admirada. Caso tenham alguma dúvida, mande para o FORMSPRING do Tecnopeg, ou mande para meu e-mail: victor.tecnopeg@gmail.com .

Deus abençoe a todos!
Gostou do TecnoPeG? Indique! Clique aqui! 


Visite também:


PETRÓLEO VAGAS, onde sua vaga na Indústria de Petróleo está esperando por você. www.petroleovagas.blogspot.com


PETRÓLEO E GÁS NETWORKING, a Rede Social do Estudante e Profissional da Indústria do Petróleo
www.petroleonet.ning.com

"Tudo posso naquele que me fortalece" (Filipense 4:13)

2 comentários:

stanley 22 de maio de 2011 03:10  

nossa! que qualidade de blog! parabens!meu amigo, tenho 21 anos e nenhuma experiencia ou curso tecnico. mas quero muito entrar para essa profissao de roustabout visto que nunca trabalhei antes. eu entrei no site do malaga na espanha e eles oferecem o curso de well control. fica facil pra mim ja que moro na irlanda. mas nao tenho certeza o quanto isso me ajudara.obrigado pelo seu blog e pela atencao. aprecio seu conselho.

Tecnopeg 9 de fevereiro de 2012 07:17  

Blog muito bem informativo parabéns pelo conteúdo.Tirou bastante dúvidas.

Odair Boabaede,Ctba-PR

Blog Widget by LinkWithin

TECNOPEGUIANOS

Arquivo do blog

De onde nos visitam

Diretórios

Tire sua Dúvida

  ©Template by Dicas Blogger.