[Fechar]

banner

terça-feira, 15 de junho de 2010

Diário Offshore Tecnopeg nº 5 - Vantagens e Desvantagens de Trabalhar Embarcado

Boa Noite Tecnopeguianos! 

O Post de hoje vem para esclarecer vocês leitores, sobre os dois lados da Balança em se trabalhar embarcado: VANTAGENS E DESVANTAGENS. Muitos acham que é bom por causa do dinheiro, salário maior e etc, mas não é só isso que a vida offshore trás de bom além do que também tem suas desvantagens, que também estarei trazendo para vocês hoje. Para que, no dia que vocês forem trabalhar embarcado (para aqueles que desejam), saberem lidar com isso.


VANTAGENS
Nas próximas linhas estarei enumerando algumas vantagens que têm ao trabalhar embarcado. Algumas vocês já conhecem, e outras talvez não saibam ou não pararam para pensar. 

1º BONS SALÁRIOS.
Esse talvez seja a grande vantagem que 99,9% das pessoas vêem. É incrível como as pessoas tem uma visão, de que quem trabalha embarcado, tem dinheiro. Não é bem assim! O Salário realmente é um pouco melhor do que se trabalhasse em terra, mas também não quer dizer que esteja com rios de dinheiro. 
Isso deve-se ao "Adicional de Embarque". Todos aqueles que trabalham em regime offshore, ganham, por lei, o famoso adicional de embarque, que varia de 50% à 140%. Por exemplo, o funcionário tem o seu Salário Base + 50% do valor do Salário-Base + Benefícios = Salário Total.

O Valor do Adicional de Embarque e os Benefícios, variam de empresa para empresa. Geralmente as multinacionais que pagam 100% ou mais de Adicional de Embarque, o que faz dobrar o salário. Por isso é ganha-se bem mais trabalhando embarcado. Para ter uma idéia de salário, um Plataformista numa multinacional por exemplo, está ganhando no total, uns R$ 3,100,00. 

2º DIA DE FOLGA
Outra grande vantagem em se trabalhar embarcado são os benditos dias de folga. É claro, isso vai variar de acordo com a Escala que você trabalhe, podendo ser 14x14, 28x28, 14x21 e etc. De qualquer forma, uma coisa é certa, você terá os dias de folga. Apesar de que, as vezes passa tão rápido que nem percebe que está de folga, quando vai se dar conta, já acabou e tem que embarcar novamente. 
A vantagem em ter os dias de folga são muitas:
  • Poder dormir até tarde! (Para muitos, o melhor! rs)
  • Descansar bastante 
  • Ter uma ocupação temporária (Mais uma maneira de aumentar a renda)
  • Dedicar-se a um projeto pessoal (no meu caso, isso vai me ajudar bastante com o TECNOPEG)
  • Resolver problemas particulares 
  • Visitar amigos e familiares 
  • E muitas outras coisas

Enfim, com os dias de folga você tem o bem mais valioso e raro da atualidade: TEMPO! Mas o tempo é escasso, você só tem 24 horas em 14 dias. Por isso, o ideal é que você planeje o que vai fazer nesse tempo que estiver em terra. O melhor momento para fazer isso é quando estiver quase desembarcando, na plataforma mesmo. Anote num caderno, todas aquelas coisas que estão pendentes e que você precisa resolver, assim como aquela atividade que você sempre quis fazer mas nunca teve tempo. Esse tipo de atitude é importantíssima, pois dessa forma, a sua quinzena de folga passa e você não fica com aquela sensação de que não conseguiu resolver nada, o que é horrível.  O Fato de ser uma data de início e fim da folga, ajuda pois te dá um limite, um prazo para realizar as tarefas, evitando desta forma o mal da procrastinação (deixar as coisas sempre para depois). 
E caso seja chamado no meio da sua folga, não se preocupe, você ganhará 100%, pois está trabalhando na sua folga, melhorando ainda mais o salário.

3º SENSO DE PRAZO e LIÇÕES APRENDIDAS
Como já disse acima, essa é outra grande vantagem em se trabalhar embarcado. Por trabalhar numa escala definida, 14x14 por exemplo, você sabe exatamente até quando você vai trabalhar / e ficar de folga. Desta forma, você pode planejar melhor suas tarefas. Diferente de um trabalho normal, contínuo, que você tem milhares de atividades para fazer e todo dia sempre surge outras novas, fazendo você empurrar com a barriga determinadas tarefas, e pior, não dando tempo de você descansar. Isso faz com que sua cabeça fique sempre cheia de coisas para fazer. Isso já não acontece no trabalho embarcado, pois apesar de ter bastante coisa pra fazer na maioria das vezes, pelo menos quando você desembarca, você se desliga daquilo por um tempo, se refazendo e voltando 100% na próxima vez. E melhor, eu pelo menos, sempre quando desembarco, fico refletindo sobre como fazer melhor o serviço que faço, seja de forma mais rápida, mais otimizada, organizada e etc. Desta forma, quando embarcar novamente, farei um trabalho melhor, com uma especíe espécie de lições aprendidas. 

4º TEMPO DE REFLEXÃO
Quem é que nunca teve vontade de fugir um pouco da agitação do cotidiano?? Dar aquela sumida?? Pois bem, trabalhar embarcado dá a você um pouco dessa privacidade. Afinal, você está longe de tudo e todos, da barulhada das cidades. Por isso, é um ótimo momento para estudar, colocar aquelas idéias no papel, fazer uma auto-reflexão. O Fato de não ter muito o que fazer ajuda nessas hora. Recomendo que leve sempre um bom livro, ou aquela matéria que precisa estudar, e é claro um caderninho para anotações, para colocar as idéias e reflexões no papel.

5º STATUS
Essa vantagem poder vir a ser uma desvantagem se não usada da maneira correta. Estou citando ela, pois não deixa de ser uma vantagem. Realmente trabalhar embarcado, acaba gerando uma boa imagem para você, não só em relação a quem estuda e trabalha na área, como para aqueles que não trabalham (justamente porque eles acham que você ganha muito bem). Mas para isso se torne uma vantagem, você não pode deixar isso subir sua cabeça,  gastando rios de dinheiro só para ostentar uma posição de destaque, numa balada por exemplo ou de prepotência, sendo super arrogante com aquelas pessoas que querem tirar dúvidas sobre a profissão, e que não trabalham na área. Pois as vezes isso acontece muito, geralmente com gente jovem que entrou agora e acha que tá podendo. Deve-se acima de tudo manter a humildade e utilizar sua experiência e história para ajudar outras pessoas a chegarem lá também. Com certeza você ganhará muito e as outras pessoas também. 

DESVANTAGENS
Quem disse que trabalhar embarcado é um mar de rosas? Existem sim lados negativos, e que para algumas pessoas nem sempre compensa, mesmo ganhando-se bem. Segue abaixo algumas dessas desvantagens. 

1º CONFINAMENTO 
Já se imaginou ficar 14 dias ou mais longe dos seus amigos, familiares, marido/esposa, namorado (a), sem muitas das vezes ter acesso por telefone ou computador? E para piorar, conviver com pessoas que as vezes você não gosta ou que são totalmente diferentes de você? Se você nunca se imaginou numa situação dessas, ou acha que não conseguiria aguentar isso, então você não passou no primeiro teste para quem precisa ficar embarcado: CAPACIDADE DE FICAR LONGE DOS FAMILIARES E AMIGOS E DE ADAPTAÇÃO AO MEIO EM QUE ESTÁ. Realmente, isso não é nada fácil, mas se você deseja entrar nessa vida, precisa aprender a suportar essa distância e a lidar com pessoas diferentes de você. Infelizmente, esse é um dos grandes problemas para aqueles que começam a embarcar. É muito difícil, principalmente para aqueles que têm marido/esposa e filhos (as). Deve ser muito forte e saber suportar a saudade.

2º ENJÔO E MAL ESTAR.
Depois do problema da distância, esse é o pior problema para quem trabalha embarcado ou pelo menos deseja. Dependendo da embarcação que você vá trabalhar, ela vai balançar e MUITO. Para aqueles que enjoam facilmente, isso é quase morte! Na em Peregrino, por exemplo, a Plataforma por ser Fixa, não balança, se balança, é muito pouco. Porém, o Flotel que fica ao lado, onde muitos acomodam-se, em determinados dias, dependendo da maré balança demais, tornando o trabalho no escritório quase impossível, pois as cadeiras passeiam pelo escritório, e a papelada fica caindo. Para dormir, tem uns que acham ruim, devido ao balanço, mas para outros, é como se estivesse no berço, balançando de um lado pro outro. Para ter uma noção de como tem pessoas que passam mal, teve uma caso de um funcionário nosso que estava embarcando pela primeira vez. Ele chegou na sexta por volta de 12:00, já passando mal, fazendo que com ficasse na cama o dia inteiro, não trabalhando neste dia. Como não melhorou, tivemos que desembarcá-lo no dia seguinte no sábado, sem ter ido pra área trabalhar. 
Para vocês terem uma noção de como o Navio balança em determinadas ocasiões, segue abaixo um vídeo feito num Navio Sonda, num dia de mar agitado, que fez até interromper as atividades de perfuração nesse dia. 


Viram como balança? Lá no Flotel nunca chegou a um nível de balanço deste, apesar de que no escritório quando se balança muito, fica mais ou menos desse jeito. Se você é daquelas pessoas que enjooam muito, o recomendado é que você tome pelo menos 2 Dramins (remédio para enjoo) antes de pegar o helicóptero para embarcar. Desta forma você não enjoa quando chega no Navio. Pois se você deixar para tomar o remédio só depois que chegar na embarcação, não adianta, pode passar mal.

Já para quem trabalha em embarcações da Petrobrás já deve conhecer o transporte por meio da famosa cestinha, que é muito usada para fazer transbordos entre 2 embarcações. Reparem como balança e como é arriscado.



No caso do vídeo acima, foi arriscado não só para quem estava dentro como também para o Guindasteiro que estava fazendo a manobra, afinal de contas, a pessoa que ele estava carregando era um Gerente de Petrobrás! Será que ele perdeu o emprego? rs.


3º TRABALHO PUXADO
Outro ponto negativo de se trabalhar embarcado é a rotina de trabalho, muitas vezes puxado. Trabalha-se 12 horas por dia, quando não se tem que fazer hora-extra. É uma rotina de trabalho complicada, e nem sempre as pessoas são acostumadas. É necessário ter um preparo físico bom para aguentar essa jornada de trabalho 12 horas por dia durante 14 dias sem parar. Pois não existe feriado e finais de semana para quem tá trabalhando embarcado. Sem contar aqueles que fazer o serviço pesado, de movimentação de carga, e etc. Como no vídeo abaixo: 

4º AMBIENTE HOSTIL 
Válvulas e Tubulações para todo lado, Equipamentos gigantes trabalhando a todo vapor ao seu lado, Linhas Pressurizadas, Subir escadas à 30 metros acima do mar, Ruídos altíssimos, Guindastes movimentando cargas de toneladas sob sua cabeça. Esse não parece ser o melhor lugar do mundo para trabalhar não acham? Na verdade, se for parar para pensar, talvez seja um dos piores ambientes para se trabalhar. Confesso que a primeira vez que subi na plataforma, senti um certo medo de andar nela, pois é um ambiente que dá um certo medo, tanto pela altura quanto pelos equipamentos que estão lá. É totalmente diferente de todos os ambientes de trabalho que se tem na cidade, principalmente da calmaria de um escritório.

5º TRABALHO ARRISCADO
Esta desvantagem é na verdade uma conseqüência da 4ª. Por se tratar de um ambiente hostil, muitas vezes acaba sendo arriscado trabalhar numa plataforma. Na verdade, quando se está em operação, você fica trabalhando em cima de uma bomba relógio, como muitos costumam dizer. Pois a qualquer momento, numa operação errada, a pressão pode subir muito e o poço explodir, acontecendo um blow-out por exemplo.


Esse é apenas um dos problemas que podem ocorrer numa plataforma. Numa manobra errada de um guindaste, ele pode deixar cair uma carga de toneladas em cima de algum trabalhador. Uma válvula pode estourar em cima de você, o Helicóptero pode cair,  ou até mesmo um tropeção na escada pode fazer você cair na água. Arriscado, não? Mas felizmente, hoje a segurança é muito rígida e acidentes tem acontecido com menos freqüência, embora nos últimos meses terem acontecido um número razoável de acidentes. Mas a maioria das vezes por falha humana, por isso a importância do treinamento e de levar a sério os treinamentos que fazemos. O objetivo não é colocar medo em vocês mas sim, lembrá-los da importância da segurança para quem trabalha embarcado. Ela é levada muito a sério, ou pelo menos deveria ser. Sempre use todos os EPI's (Equipamentos de Proteção Individual) e fique sempre alerta quando estiver andando e fazendo algum trabalho na plataforma, prestando sempre atenção nas placas e avisos também. 

Acidentes também não tem hora para acontecer. Esse último embarque por exemplo, disparou o alarme 3:40 da manhã, e todos tiveram que ir para o ponto de encontro e colocar o colete salva-vida. Foi uma correria só, ninguém sabia ao certo o que estava acontecendo. Por sorte, foi um alarme falso e não houve nada sério, apenas um sensor que disparou. Mas isso mostra que a qualquer momento temos que ficar ligados.

Para isso, existem os diversos treinamentos de segurança, e os Equipamentos de Proteção. Também é necessário ter muita fé em Deus para o proteja de todo mal.

CONCLUSÃO


O Objetivo desta postagem não é dizer que se você trabalhar embarcado será rico, ou muito menos colocar medo em vocês. Mas sim esclarecê-los sobre o que vocês verão pela frente e quais são os riscos do ofício, pois geralmente as pessoas vão muito pelas vantagens mas esquecem das desvantagens, fazendo perder tempo e dinheiro preciosos. Não se iludam pelo dinheiro nem fiquem com medo dos riscos, pois riscos tem em todo lugar. É uma profissão diferente de tudo que se tem por aí e bastante desafiadora, por isso é tão interessante. Desejo sucesso a todos, espero ter ajudado! Deus abençoe cada um.

Gostou do TecnoPeG? Indique! Clique aqui! 


Visite também: PETRÓLEO VAGAS, onde sua vaga na Indústria de Petróleo está esperando por você. www.petroleovagas.blogspot.com


PETRÓLEO E GÁS NETWORKING, a Rede Social do Estudante e Profissional da Indústria do Petróleo www.petroleonet.ning.com

"Tudo posso naquele que me fortalece" (Filipense 4:13)

16 comentários:

Marcelo de Oliveira 18 de junho de 2010 05:26  

Mais uma vez, excelente postagem. Você esmiuçou como é difícil a vida embarcado.
Parabéns!

Marcelo de Oliveira

Kamila,  18 de março de 2011 07:36  

Muito boa sua postagem.
Tenho uma duvida e gostaria de saber se voçê pode me ajudar.
Meu namorado trabalha embarcado e quando ele desce ele tem que trabalhar em terra, muitas vezes a empresa embarca ele, ele fica os +ou- 15 dias desce trabalha em terra uma semana ou duas ate os finais de semana e depois o embarcan de novo as vezes sem nenhuma folga ou um unico dia. gostaria de saber se isso pode acontecer e onde eu poderia ler sobre o assunto para ficar mais por dentro e se ele tem vantagem por isso.
Muitas vezes agente aceita as coisas por falta de conhecimento e e temos direito a coisas que não sabemos.

Desde já agradeço.

Lucas 28 de março de 2014 16:37  
Este comentário foi removido pelo autor.
Lucas 28 de março de 2014 16:38  
Este comentário foi removido pelo autor.
Lucas 28 de março de 2014 16:39  

Amigo, muito bom o post, eu procuro na internet e não acho de jeito nenhum, será que teria como você me explicar o processo para se trabalhar embarcado? os cursos, as possibilidades, não tenho curso algum, quero iniciar, sou técnico de informática, mas quero mudar de ramo, quer sair do Rio tb, talvez morar em Rio das Ostras, ou Macaé, então, por favor, me explica o processo? se puder meu e-mail é: Luckalves88@gmail.com
abç.

Luciana Pimentel,  6 de junho de 2014 18:57  

Muito esclarecedor esse post! Eu não sabia como funcionava esse tipo de trabalho. Que Deus abençoe você e seus colegas de trabalho! Como todo trabalho, há vantagens e desvantagens. E os "altos" e/ou dobrados salários é para recompensar o risco que vocês correm...de vida mesmo! Muito cuidado, precaução e disciplina! Fiquem com Deus! Um abraço! :)

Anônimo,  9 de julho de 2014 04:29  


BOM DIA !!!!!!!!!!

GOSTARIA DE PARABENIZAR SOBRE AS MATERIAS E GOSTARIA DE SABER SE ALGUEM TEM ALGUNS CONTATOS PARA TRABALHAR NO BRASIL OU ESTERIOR EMBARCADO POIS ESTOU TERMINANDO O MEU CURSO CFAQ1-C E GOSTARIA JA DE CORRER ATRAZ DE UM SERVIÇO,SOU DO RJ E MORRO EM CABO FRIO.
QUALQUER COISA DEIXO AQUI MEU CONTATO. ronyrgr@gmail.com OU rodriguesmarinhacfaq1-c@hotmail.com

SEM MAIS MUITO OBRIGADO !!!!

ass. Rony

Willian Sotter 22 de dezembro de 2015 14:11  

!
parabéns me deu uma noção se vale ou não fazer o curso !

Isac Pena 23 de fevereiro de 2016 05:55  

Parabens!!!

Uma excelente postagem, muito esclarecedora e util.

Mcdonelldouglas Assis 26 de fevereiro de 2016 05:25  

Ótimo Post....
A vida de embarque é tudo isso que vc disse..

Andrea Valerio 29 de março de 2016 08:57  

Boa tarde estou terminando de tirar habilitaçao CBSP tenho experiencia de camareira e compa...moro em florianopolis...gostaria de una ajuda onde posso mandar curriluco meu mail e andreavalerio42@hotmail.com

Andrea

Andrea Valerio 29 de março de 2016 08:58  

Boa tarde estou terminando de tirar habilitaçao CBSP tenho experiencia de camareira e compa...moro em florianopolis...gostaria de una ajuda onde posso mandar curriluco meu mail e andreavalerio42@hotmail.com

Andrea

Andrea Valerio 29 de março de 2016 08:59  

Boa tarde estou terminando de tirar habilitaçao CBSP tenho experiencia de camareira e compa...moro em florianopolis...gostaria de una ajuda onde posso mandar curriluco meu mail e andreavalerio42@hotmail.com

Andrea

Anônimo,  22 de fevereiro de 2017 12:23  

Ótimo post! Embarquei apenas dois embarques e não deu mais. Lá se troca dinheiro por vida.Muitos de fora querendo entrar e todos à bordo tentando uma forma de sair. Abraço

Anônimo,  28 de fevereiro de 2017 13:02  

Muitos Pensam que aqui é um mar de rosas, se for novo sem filhos capaz ate de se acostumar mas quando vc coloca em jogo a sua vida e a da sua Família o coração bate mais forte, esquece aniversários , festinha de escola dos filhos, Festinhas de final de ano , Carnaval e ect ...

Anônimo,  29 de julho de 2017 05:49  

Muito útil esse POST! Eu trabalho em processos siderúrgicos a mais de dez anos, é um trabalho parecido com o offshore, mas para mim que tenho desejo de trabalhar embarcado foi muito esclarecedor essa postagem! Parabéns.

Blog Widget by LinkWithin

TECNOPEGUIANOS

Arquivo do blog

De onde nos visitam

Diretórios

Tire sua Dúvida

  ©Template by Dicas Blogger.