[Fechar]

banner

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Reconhecimento dos Tecnólogos em Petróleo e Gás - Cadastro no CBO!


Como Tecnólogo em Petróleo e Gás e grande incentivador dessa categoria profissional, estou nessa luta pelo reconhecimento da classe. Na verdade o blog foi criado inicialmente pensando em atender e orientar justamente os Tecnólogos em Petróleo e Gás, mas como com o tempo outras categorias e interessados foram acessando o blog, não poderia falar apenas do Tecnólogo. Porém, estou sempre em busca de notícias e ligado no processo de reconhecimento.

Que é inclusive o motivo do post de hoje! Nós Tecnólogos e futuros Tecnólogos em Petróleo e Gás andamos mais um passo no reconhecimento por parte do mercado quanto a essa profissão.

O Tecnólogo em Petróleo e Gás, agora já é considerado uma OCUPAÇÃO, conforme vocês podem conferir no Classificação Brasileira de Ocupações, no site abaixo:


A profissão foi incluída na família de Engenharia de Minas e Afins, no qual também fazem parte: 
  • Engenheiro de minas (beneficiamento)
  • Engenheiro de minas (lavra a céu aberto)
  • Engenheiro de minas (lavra subterrânea)
  • Engenheiro de minas (pesquisa mineral)
  • Engenheiro de minas (planejamento)
  •  Engenheiro de minas (processo)
  • Engenheiro de minas (projeto)
  • Tecnólogo em petróleo e gás
  • Tecnólogo em rochas ornamentais
A CBO descreve as atividades dos Tecnólogos em Petróleo e Gás da seguinta maneira:
Descrição Sumária
Projetam, planejam, implantam e supervisionam atividades e/ou empreendimentos de prospecção, extração e beneficiamento de minérios, petróleo e gás, tais como perfuração, desmonte, escavação, carregamento, transporte, classificação, lavagem, concentração, secagem e embalagem de embarque. Inspecionam áreas de interesse, avaliando riscos da atividade e gerenciando recursos humanos, financeiros e materiais. Podem prestar consultoria e assistência técnica.
É uma boa explicação. Serve para esclarecer um pouco nossas dúvidas. Porém, vale ressaltar que as atribuições profissionais do Tecnólogo em Petróleo e Gás, assim como qualquer graduação, depende da grade curricular do curso. Tem cursos onde se tem uma grade mais generalista, explorando algumas disciplinas de gestão, para essas grades, a área de trabalho seria mais a área de Planejamento e Controle da Produção, em QSMS, em Gestão de Projetos, ou seja áreas onde se demanda um determinado conhecimento técnico mas também exigem uma visão global da cadeia. Já as grades nos quais foca-se as atividades de Upstream, como a UNIGRANRIO, por exemplo, ou Geologia, como a UNIMONTES, as áreas de atuação são voltadas para esses setores, atuando na atividade fim.

Como vocês podem ver, a absorção por parte do mercado e da própria Petrobrás é questão de tempo e só quem pode acelerar isso são os próprios Tecnólogos, que devem fazer um bom papel perante o mercado, mostrando competência e atitudes de bons profissionais. Lembrando que os Tecnólogos não estão no mercado para tomar o lugar dos Engenheiros, é impossível fazer essa comparação e é até injusta, pois os Engenheiros estudam 5 anos e os Tecnólogos 2,5 anos. Como pode um Tecnólogo ganhar como um Engenheiro? O primeiro ponto para conseguir essa valorização é essa: cada um tem seu espaço no mercado, Tecnólogo em determinada atividade especialmente para Tecnólogos, como a carreira de Especialista de Serviços, da Halliburton, que é específica para Tecnólogos em Petróleo e Gás, e Engenheiro para atuar como Engenheiro.

Acabando essa competição e cada Tecnólogo fazendo sua parte (não só Tecnólogos em Petróleo e Gás), pode ter certeza que o mercado estará aberto e já não será mais preciso discutir esse assunto de reconhecimento ou não dos Tecnólogos.

Para aqueles que querem ficar por dentro do reconhecimento do Tecnólogo em Petróleo e Gás, fique ligado na coluna que criei no blog: "O Tecnólogo em Petróleo e Gás". Nesta coluna tem todas as notícias e novidades em relação ao Tecnólogo em Petróleo e Gás.

Além desses eu recomendo também 2 blogs criados por dois Tecnólogos que já contribuiram bastante aqui no blog. O Unipeg, criado pelo Sydney Dias, e o PortalTPG, do Marcelo Oliveira. Ambos já contribuiram bastante com sugestões para o blog e materiais. Eles resolveram criar blogs voltados especificamente para Tecnólogos voltados para Engenharia e Petróleo e Gás. Ainda estão começando mas podem ter certeza que sairão boas matérias.

E para finalizar esta matéria, para vocês que querem conhecer um pouco mais os Tecnólogos em Petróleo e Gás, deixo o link do Especial sobre os Tecnologos que escrevi para a Nicomex Notíciais. Foi uma grande conquista, e me fiquei muito honrado de poder falar dessa categoria que tanto apoio numa revista como a Nicomex.

Gostaria de dar os créditos é claro ao amigo Tecnólogo, Magno Masseno (magnomasseno@hotmail.com), pois através dele que fiquei sabendo desta notícia.  

----------------------------------------------------------------------------------------------------
ATUALIZAÇÃO (17/01)


Neste domingo, recebi uma ótima notícia também para os Tecnólogos em Segurança do Trabalho. Agradeço ao Cláudio Cruz (claudiocruzpb@gmail.com) por ter enviado um e-mail informando que os Tecnólogos em Segurança do Trabalho também conquistaram seu reconhecimento no CBO, como vocês podem ver no link abaixo: 




Segundo o CBO, a descrição do Tecnólogo em Segurança do Trabalho é a seguinte:
Descrição Sumária
Controlam perdas de processos, produtos e serviços ao identificar, determinar e analisar causas de perdas, estabelecendo plano de ações preventivas e corretivas. Desenvolvem, testam e supervisionam sistemas, processos e métodos produtivos, gerenciam atividades de segurança do trabalho e do meio ambiente, planejam empreendimentos e atividades produtivas e coordenam equipes, treinamentos e atividades de trabalho.

Visite também:

PETRÓLEO VAGAS, onde sua vaga na Indústria de Petróleo está esperando por você.
www.petroleovagas.com

PETRÓLEO E GÁS NETWORKING, a Rede Social do Estudante e Profissional da Indústria do Petróleo
www.petroleonet.ning.com

"Tudo posso naquele que me fortalece" (Filipense 4:13)

10 comentários:

Anônimo,  16 de janeiro de 2010 04:39  

OI VICTOR, MUITO LEGAL ESSA MATÉRIA, VC CONSEGUE DESCREVER DE FORMA FACIL DE ENTENDIMENTO SEM PERDER O FATOR TECNICO.
TB VI SEU COMENTARIO A RESPEITO DO MEU PROJETO, MUITISSIMO OBRIGADA, O COORDENARDOR DO CURSO VIU ANTES DE MIM E COMENTOU EM SALA DE AULA. SÓ POSSO DESEJA MUITO SUCESSO A TODOS NÓS TECNOLOGOS.
GRANDE ABRAÇO
NÁDMA FERNANDES VOS

Joao carlos 16 de janeiro de 2010 05:06  

é ñ posso de deixar meu comentario aki né meu irmão VICTOR...rs
apesar q sou o repórte do blog aki em macaé...+ deixa eu fala uma coisa
logo nós tds os tecnólogos estaremos na area mtoo embreve e q eu posso observa aki..
já viu no site sou tecnólogo tm um link to blog como já sabemos é um grande sucesso parabéns irmão tamos junto sempre sabe disso...
forte abç..

Victor Alves 16 de janeiro de 2010 11:08  

Oiii, De nada Nadma, fico feliz que o professor tenha comentado! E Vlw João, estamos juntos nessa!

Abração

Anônimo,  27 de janeiro de 2010 12:02  

Victor, Parabens!
meu nome é FAbio Lube sou Tec de Segurança do Trabalho e estou formando em Tecnologo de Petroleo e Gás, trabalho no ramo de Bunker para navios, Uma informação bacana é que em Vitória - ES conseguimos o registro de classe no CRQ, agora com o CBO isso fica mais facil para o mercado enquadrar os proficionáis. valeu camarada continue assim !!

Anônimo,  28 de janeiro de 2010 03:19  

Caro Victor,
eu estou sabendo que a Estácio está usando aqui no Rio de Janeiro uma Portaria para todos os cursos e que não pode fazer isso, por que o CREA só está registrando profissionalmente alunos do Campus Centro I, essa informação procede? se procede como podemos denunciar a Estácio? vamos nos unir para colocar esse absurdo, caso verdadeiro, no jornais e todos os outros veículos de comunicação. VAMOS NOS SOLIDARIZAR COM A CAUSA DOS TECNÓLOGOS!
ASSINADO: TECNÓLOGO CARLOS SANT'ANNA

max 19 de maio de 2010 06:59  

Então, eu faço o curso de tecnologo em petroleo e gás em teixeira de freitas -BA, fica proximo ao norte do ES, todos do curso na faculdade tem duvidas sobre se nós tecnologos em PG temos o reconhecimento e o direito de assinar e se cadastrar no CREA? como funciona, qual informação procede, a de não podemos e por isso temos nossas vagas no mercado de trabalho reduzida ou que podemos e devemos correr atras desse cadastro assim que terminar o curso? E para encerrar qual a vantagem, finalidade real ou obrigação de termos o cadastro no CREA? Ah! já ia me esquecendo, muito bom o blog e a iniciativa...parabéns!

max 19 de maio de 2010 07:02  

Oi, bom dia, eu faço o curso de tecnolgia em P&G na FASB em teixeira de freita -BA, aqui todos temos duvidas em relação ao CREA. Quais são as verdades em relação ao assunto? Temos a obrigação de se cadastrar no CREA? Podemos relamente nos cadastrar? Sem o CREA o tecnologo nunca será um profissional de verdade? se possivel ajude-nos a esclarecer essa duvida vlw!
Ah já ia esquecendo...muito bom o blog e a iniciativa...Parabens!!

max 19 de maio de 2010 07:07  

Eu faço o curso de tecnologia em P&G na FASB em teixeira de freita -BA... aqui todos temos duvidas em relação ao cadastro no CREA, é verdade que o tecnologo é privado de vagas no mercado de trabalho por que não pode fazer esse cadastro ainda? Podemos ao não podemos nos cadrastrar? qual a real situação do tecnologo perante essa situação? por favor, se puder esclareça essas duvidas para agente, blza!! Ah! ia esquecendo! muito bom o blog e a iniciativa...Parabéns!!

SANDRA PIMENTEL,  13 de agosto de 2010 13:29  

Boa tarde, amigolosssss!!!!!!!!!

Faço o curso de petróleo e gás, e irei concluir no final do corrente ano, e tenho observado a preocupação, não só minha, como de meus amigos, que é de concluir o curso e não conseguir trabalhar na área. Ouvia falar que esta profissão não era reconhecida. E diante disto, muitas empresas, inclusive a Petrobrás, não iria admitir os mesmos em seu quadro de funcionários. Hoje, após uma aula de logística, o professor nos alertou para uma posição super interessante. Se o curso de tecnólogo é reconhecido no MEC e reconhecido como OCUPAÇÃO BRASILEIRA, não tinha porque nenhuma empresa não admitir o tecnólogo. E graças as Deus, pude verificar, após uma pesquisa, que a nossa profissão já é reconhecida e CONSTA NA CLASSIFICAÇÃO BRASILEIRA DE OCUPAÇÃO - CBO - SOB A NUMERAÇÃO 2147-45. É interessante ter esse conhecimento, pois será um grande respaldo quando quiserem nos impedir de ingressar em qualquer empresa. Boa sorte para todos nós !!!

Blog Widget by LinkWithin

TECNOPEGUIANOS

Arquivo do blog

De onde nos visitam

Diretórios

Tire sua Dúvida

  ©Template by Dicas Blogger.